terça-feira, 7 de outubro de 2008

Da série metáforas que a Juliana inventa...

Sabe quando a gente cai, rala o joelho e arde pra arregaçar? Daí a gente fica soprando, soprando, aliviando, mas continua ardendo né, mas se a gente espera umas duas horas, mesmo sem soprar ele pára de arder, não é? Então...

É isso que acho.

3 comentários:

Francine disse...

Ju,adorei essa metáfora,muito apropriada.
O ruim é que na hora qde ralamos o joelho não conseguimos controlar o "berro" e fazemos aquele escândalo...desespero!
O tempo é o melhor do remédio...para de arder..para de doer...quando vemos pluft já se formou a casquinha e tá cicatrizado..
O ruim é quando somos cabeça-dura (e somos) daí ficamos toda hora arrancando a casquinha e assim prolongando a cicatrização.

Amo!

Anônimo disse...

Concordo ! Assino embaixo e faco abaixo assinado !
Bjooooooooo
nana

Thais França disse...

Então, mas pára? às vezes... nem.