quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Apenas mais uma de amor...

Pela manhã, vindo para o serviço caminhando, após descer de um ônibus lotado, em uma esquina...Eu precisava atravessar a rua, os carros passavam, não podiam parar.

Lá estava ele chorando.

Calça jeans, camisa preta, um casaco azul marinho, cobrindo a cabeça.

Ela estava com com os braços cruzados e segurava pela cordinha uma sacola branca de papelão.

Sapato alto marrom, calça da mesma cor, camisa creme e um casaco preto.


Ele chorava compulsivamente e gesticulava.

Ela ouvia, pacientemente tudo, como quem sempre esperou ouvir aquilo.


Ele disse "Eu só quero minha vida de volta".

Ele implorava a volta dela.


E eu atravessei a rua, sem olhar para trás.

9 comentários:

david santos disse...

Excelente e muito bem elaborado.
Parabéns,

Raquel disse...

Só passei para dizer que me comovi com o texto... =/
e que sinto sua falta...

Juliana Gonçalves disse...

David, muito obrigada por passar por aqui. Seja bem-vindo e volte sempre que puder e quiser.

Rach, também sinto a sua.
Receba um abraço.

Amanhã tem mais post!

Beijos!

KA disse...

Engraçado como uma situação destas pode ter tanta história por trás...O que leva a uma comoção pública assim? Que é o vilão? Quem é o mocinho?

E adorei a foto..poética!

Abs

Leco Leite disse...

Precisei indicar 15 blogs interessantes, e claro, indiquei vc para o "Prêmio Dardo"...

http://www.teoriaslost.com/2008/09/prmio-dardos-blogs-por-blogs.html

Abraço!!!

Juliana Gonçalves disse...

Ka, obrigada pela visita, uma grata surpresa.
Fique a vontade para novas visitas e comentários.


Leco, só posso agradecer pela lembrança. Muito, muito obrigada.

=)

Hebbmara disse...

Muito bom o texto. já o li várias vezes e não me cansarei de ler. Parabéns!

Juliana Gonçalves disse...

Obrigada, Marinha!

=)

alinecarraro disse...

Nossa... realmente não há como intervir... coisas do coração!
Parabéns pelo blog!