quarta-feira, 23 de julho de 2008

O FIM DO DESEJO DE SER UMA ADOLESCENTE AMERICANA...


Sempre fui fascinada por televisão.
Dizem que ver tv é perder tempo e blábláblá, concordo até certo ponto, o fato é que gosto. Hoje sei viver sem por uns dois dias, mas já houve época em que a abstinência era algo impensável.
(Ainda assim, leio, sei escrever bem, gosto de boa música, saio, me divirto, enfim, não atrofiei).
A realidade é que aos 12,13 anos eu não tinha muito o que fazer, exceto isso.
Eu vivia assistindo filme de sessão da tarde....aliás, era uma rotina básica: chegava da escola, almoçava, assistia Vídeo Show, arrumava a casa no horário do Vale a Pena Ver de Novo, assistia vidrada Sessão da Tarde e depois Malhação, nos bons anos.
Os filmes americanos infanto-juvenis constantemente me despertavam a vontade de ser uma jovem americana que tinha carro aos dezesseis, armários para dividir na escola, ginásio fechado de educação física, bolsa de estudo por desempenho, bailes de formatura, linha telefônicas com conversas simultâneas entre três amigas, quarto com closet, dias de hallowen com gostosuras e travessuras, cinema com um pote enorme de pipoca, outro grande pote de frango frito, chessecakes, comidas de microondas e cafés da manhã, com ovos, bacon, panqueca, cereais. Tudo muito natural, pois os filmes deixam tudo perfeito, com o melhor sabor, cor...



Uma vez vi algo diferente, não lembro o filme, lembro que a atriz, depois de uma decepção com o namoradinho vacilão, pegou um potão de cereais coloridos, colocou muita cobertura de chocolate, comeu bastante e depois foi atender uma pessoa na porta que, pasmem, era o fulaninho. Ela com o pote na mão, a porta e o fulano.
A cena me despertou uma vontade gigantesca! Eu não queria saber de mais nada, queria comer aquilo.

Pois fiz minha mãe comprar cereais coloridos e calda de sorvete de chocolate. Despejei quase a caixa inteira de cereal num pote, coloquei muita calda de chocolate, sentei em frente à televisão para ver sessão da tarde e PUTA MERDA que troço ruim....não comi o resto, foi tudo para o lixo e foi o fim do sonho de ser uma adolescente americana.

5 comentários:

Daniel disse...

Hahahahahaha! =P
Caramba, como nos filmes, eu estava esperando um final feliz, sério! =P Nunca experimentei, mas eu já imagino que deve ser a coisa mais enjoativa. Tudo com muita cobertura de sorvete fica assim...

Mas eu ainda tenho meus sonhos de adolescente americano. Muitos. Sabe o que eu sempre achei muito massa? As festas que eles fazem, quanso os pais saem, num final de semana... aquela bagunça toda! Rola de tudo! ;~~

Beijos, Juqueridona.

Danielle Mística disse...

Hahahahahaha. menina, queria ser tão feliz como a garota da propaganda da Coca Cola! Serve?
beijos

mari disse...

hushuhsuahsuahsuas.!
eu também sempre quis ter armário na escola, ter bailes e comer aqueles negócios estranhos... mas chegou o computador e minhas tardes não são mais na frente da tv.!

brigada por passar nu meu blog.!

:*

(In)Sanidade disse...

Hahhahahahaha,a paradinha deve ter "ficado" nojenta...rs
Nunca tive esse sonho...gosto muito de televisão,sou do tipo que entra o intervalo comercial eu mudo pra outro canal...Não gosto dos canais da Tv Aberta,sou viciada em alguns programinhas,porém detesto temporada...não tenho saco pra acompanhar...Tbm acho que não existe calmante melhor que Tv pra dormir..como aquela claridade produzida pela telona me dá sono...rs
É..fugi do assunto "sonho americano"..mas tava afim de comentar...Amo-te !

Cecília disse...

Querida Juliana,
Retribuo a visita. Gostei dos teus pensamentos. Agradeço por poder compartilhar. Achava que ninguém mais poderia passar pelo meu blog..rs como chegou até ele? Abraço e até leve!