terça-feira, 10 de junho de 2008

Por que "Laranja não Mecânica"?


Laranja é minha cor favorita.

Amigos e família quando vêem algo em tom alaranjado já pensam que eu ficaria feliz em ver também.

Já me apropriei da cor.

Já faz parte de mim.

Laranja sou eu.

Sou tudo, menos mecânica.

Aqui vive um turbilhão de sentimentos.

Eu sou sempre a mesma, mas posso ter diferentes sabores.

Como laranjas, doces ou aguadas ou azedas.

Sou assim.

Depende do que você merece de mim.

4 comentários:

Francine disse...

Eu mereço uma laranja "bem docinha" !!!!!
Bom ler o que você escreve,me aproprio do que é seu !
Em verso e "em" prosa.
Farei visitas por aqui...


B"ju"

Mynah disse...

Hummmm... Laranja Não Mecânica... Esta é a esperança que move muitos corações... Manter viva a chama de sentimentos... Não deixar que se tornem mecânicos...
Quanto à doces, amargas e aguadas... Tanto faz... Gosto de todas... ^_^
Será bom "tê-la" por aqui tb...
Que nesta estrada de aprendizado, que o poder das palavras te contagie, assim como nós, expectadores da sua caminhada...
Paz... Luz.. Sempre... ^_^

Karla disse...

Para mim, está LaranJu só pode ser de compota!
Bem docinha!

Thais França disse...

Espero merecer uma laranja baiana: docinha e suculenta sempre! Combina com qualquer salada de frutas! vc é uma pessoinha muiiitooo bacana! Sempre transpira coisas boas!
beijão!